• Document: Sistema Cardiovascular - Artérias, Veias e Capilares
  • Size: 2.44 MB
  • Uploaded: 2019-05-17 14:11:40
  • Status: Successfully converted


Some snippets from your converted document:

Sistema Cardiovascular - Artérias, Veias e Capilares Profa Juliana Normando Pinheiro Morfofuncional II juliana.pinheiro@kroton.com.br Os vasos sanguíneos são órgãos em forma de tubos que se ramificam por todo o organismo por onde circula o sangue. São estes as artérias, veias e capilares. ARTÉRIAS  São condutos membranosos espessos, elásticos e contráteis.  Função: Transportam sangue do coração para a periferia  Forma cilíndrica  Calibre decrescente a medida que se dirige a periferia do corpo  Coloração rósea (animal vivo)  Quantidade inferior ao número de veias (proporção 1:2)  + profundas no corpo  Apresentam pulsação sincrônica com o coração  Origem: Tronco aórtico (Grande circulação) Tronco Pulmonar (Pequena circulação)  Desembocadura : tecidos (órgãos): A quantidade de sg. que chega a um órgão esta relaciona do ao seu volume, importância e estado fisiológico  Artérias de grande, médio, pequeno calibre; arteríolas VEIAS  São condutos membranosos de paredes mais finas e irregularmente cilíndricos  Função: Transportam sangue da periferia para o coração  Forma moniliforme (terço religioso) devido a presença de valvas no seu interior  Calibre crescente a medida que se dirige ao coração  Paredes + finas que as das artérias  Coloração azulada  Quantidade: superior ao número de artérias (proporção de 2:1)  Tendem a ser + superficiais  Pode distender o seu diâmetro em até 5 vezes  Origem: Capilar Venoso (Periferia do corpo)  Desembocadura : Coração (Átrio Direito)  Vênulas; Veias de pequeno calibre; Veias de médio calibre; Veias de grande calibre ESTRUTURA GERAL DOS VASOS SANGUÍNEOS  Túnica adventícia Camada externa limitante formada por tecido fibroso ou seroso Artéria: fibroso Veia: seroso  Túnica média Camada média formada por músculo lisa e fibras elásticas Artéria: m. lisa e fibras elásticas Veia: m. lisa  Túnica íntima Camada mais interna, em contato com o lume, formada por células endoteliais Artéria: células endoteliais Veia: cél. Endotelias ; ocorre a formação de valvas CAPILARES  São tubos estreitos, fenestrados, sustentados por tecido conjuntivo  Função: troca de nutrientes com os tecidos  Capilares arteriais Líquido semelhante ao plasma sanguíneo deixa o sangue em direção as células teciduais  Capilares Venosos Líquido com produtos residuais das células teciduais deixam os tecidos em direção ao sangue  Obs: Nem todo o líquido que sai dos capilares arteriais para os tecido é reabsorvido pelo capilares venosos. O líquido em excesso nos tecidos é reabsorvido pelos vasos linfáticos CIRCUITO SANGUÍNEO Artérias de grande calibre Artérias de médio calibre Artérias de pequeno calibre Arteríolas Capilares arteriais Capilares venosos Vênulas Veias de pequeno calibre Veias de médio calibre Veias de grande calibre ANASTOMOSE  Conexão entre vasos sanguíneos (Arteriais ou Venosas)  Função: Assegurar o suprimento ou a drenagem sanguínea de um órgão ou de uma região no caso de interrompimento do fluxo sanguíneo VASCULARIZAÇÃO E INERVAÇÃO DOS VASOS  Vasa vasorum : Artérias nutrientes Surgem do próprio vaso ou de um ramo colateral Nutre as túnicas adventícia e média  Sistema nervoso autônomo simpático Vasodilatação periférica  Sistema nervoso autônomo Parassimpático Vasoconstrição periférica FATORES DO RETORNO VENOSO  Relaxamento Atrial (sucção)  Sístole ventricular (impulsão)  Contração Muscular  Pulsação arterial  Coração venoso do pé  Valvas no interior das veias CIRCULAÇÃO SISTÊMICA ARTÉRIAS  Tronco Pulmonar: passa caudal e dorsalmente entre as aurículas, divide-se entre direita e esquerda. Um pouco antes dessa bifurcação o tronco pulmonar é ligado à aorta descendente por uma união fibrosa, o ligamento arterial (remanescente do ducto arterial do feto). AORTA ASCENDENTE Origina-se no ventrículo esquerdo, os seios da aorta (direito e esquerdo) dão origem às artérias coronárias D e E  Tronco Braquiocefálico: ímpar, origina-se da convexidade do arco da aorta. Percorre em sentido cranial e dorsal, ventralmente a traquéia e esôfago. Termina medialmente à 1ª costela. Emite:

Recently converted files (publicly available):