• Document: Esta pasta pertence à Ninfa: Templo:
  • Size: 1.97 MB
  • Uploaded: 2018-11-28 17:28:06
  • Status: Successfully converted


Some snippets from your converted document:

Esta pasta pertence à Ninfa: __________________________________ Templo: ________________________________ Página 2 de 40 Elaboração – Adj Anoro Mestre Marcos – anoro@valedoamanhecer.com Página 3 de 40 Na mitologia grega, Ismênia era irmã de Antígona, Polinice e Etéocles, os filhos incestuosos de Édipo e Jocasta. Em uma outra versão, a mãe dos filhos de Édipo se chamava Eurygania, filha de Hyperphas. A versão clássica do mito sobre Ismênia e Antígona é descrita em uma obra do dramaturgo grego Sófocles, um dos mais importantes escritores de tragédia. Essas três peças foram unidas posteriormente, e não faziam parte da mesma trilogia quando Sófocles as escreveu. Na verdade, cada uma era parte de uma trilogia diferente, mas apenas essas três peças chegaram aos dias de hoje. Ismênia foi um exemplo tão belo de amor fraternal quanto Alcestes foi do amor conjugal. Antígona não abandonou Édipo quando este foi expulso de seu reino, Tebas, pelos seus dois filhos. Seu irmão, Polinice, tentou convencê-la a não partir do reino, enquanto Etéocles ficou indiferente com sua partida. Antígona acompanhou o pai em seu exílio até sua morte. Quando voltou a Tebas, seus irmãos brigavam pelo trono. Polinice se casa com Argia, filha mais velha de Adrasto (rei de Argos), e junto dele arma um ataque contra Tebas, que é chamado de expedição dos "Sete contra Tebas". Como a guerra não levou a lugar nenhum os dois irmãos decidem disputar o trono com um combate singular, onde ambos morrem. Creonte, tio deles, herda o trono, faz uma sepultura com todas as honras para Etéocles, e deixa Polinice onde caiu, proibindo qualquer um de enterrá-lo sob pena de morte. Antígona, indignada, tenta convencer o novo rei a enterrá-lo, pois, quem morresse sem os rituais fúnebres seria condenado a vagar cem anos nas margens do rio que levava ao mundo dos mortos, sem poder ir para o outro lado. Elaboração – Adj Anoro Mestre Marcos – anoro@valedoamanhecer.com Página 4 de 40 Não se conformando, ela rouba o cadáver insepulto que estava sendo vigiado, e tenta enterrar Polinice com as próprias mãos, mas é presa enquanto o fazia e Creonte manda que ela seja enterrada viva. Sua irmã Ismênia tenta defendê-la e se oferece para morrer em seu lugar, algo que Antígona não aceita, e Hêmon, seu noivo e filho de Creonte, não conseguindo salvá-la, comete suicídio. Ao saber que seu filho havia suicidado, Eurídice, mulher de Creonte, também se mata. Existe apenas uma imagem que retrata Ismênia, em um jarro que se encontra no Museu do Louvre (Musée du Louvre), instalado no Palácio do Louvre, em Paris (imagem abaixo) e, como podemos perceber, Tia Neiva, em sua Clarividência, certamente via as tranças de Ismênia quando desenhou a Indumentária da Falange, acrescentando as tranças em seu pente, idênticas àquelas que se encontram desenhadas na imagem desenhada no jarro, datada de antes de Cristo. (Tideu e Ismênia, ânfora coríntia, 560 a.C., Museu do Louvre, Paris.) Elaboração – Adj Anoro Mestre Marcos – anoro@valedoamanhecer.com Página 5 de 40 Não confunda "Ismênia" com "Esmênias". Na nossa Doutrina, as Ninfas Esmênias podem ser representadas na Estrela Sublimação por qualquer Falange de Ninfas Missionárias, até mesmo pelas Ismênias, mas Esmênia é a condição em que as Ninfas estão, enquanto as Ismênias fazem parte da falange criada por Tia Neiva, como um dos seus últimos feitos ainda física na Terra. Na Doutrina do Amanhecer as Agulhas Ismênias foram trazidas especificamente para o trabalho da Estrela Sublimação, ou Estrela de Nerú, com grande poder de manipulação das energias distribuídas pelos Projetores da Estrela, fazendo sua harmoniosa distribuição pelos pacientes e médiuns que participam do trabalho. Com suas indumentárias tendo a representação dos hieróglifos, a escrita das pirâmides, e tendo, no espaço, a liderança da Princesa Samboara, alcançam pontos críticos dos submundos, ativam as forças projetadas pelos Oráculos de Oxalá, Obatalá e Olorum, através de Agamor, e proporcionam melhor receptividade dos mestres em seus Projetores pela ativação de seus chacras. Embora com uma função específica, podem participar de todos os outros trabalhos, sempre com muita eficiência e precisão. As Agulhas Ismênias têm como Primeira a Ninfa Lua Geni Duarte, sendo o Adjunto de Apoio o Adjunto Anuzio, Mestre João Duarte. A Falange foi consagrada em primeiro de Maio de

Recently converted files (publicly available):